Notícias

A hora de comprar imóveis é agora, dizem especialistas

19/02/2016 - Momento do mercado imobiliário brasileiro

noticias

A hora de comprar imóveis é agora, dizem especialistas

A economia brasileira está passando por altos e baixos e, para muitos, 2015 é um ano de pôr o pé no freio. Entretanto, especialistas do mercado imobiliário afirmam que o primeiro semestre é o momento certo para se adquirir um imóvel em muitas cidades do Brasil. Isso porque, além do imóvel ser considerado um bem seguro em momento de instabilidade econômica, as construtoras, que não venderam conforme o esperado no ano passado - embora também não tenham ficado no negativo-, começam a oferecer descontos, que podem chegar a 20% além de facilidades de pagamento. É a hora da barganha.

 

De janeiro até a Copa do Mundo, em 2014, as pessoas seguraram a compra do imóvel por causa do evento. Depois, devido à eleição. E de outubro a janeiro, por conta dos rumos incertos da economia. É um momento de adaptação e as construtoras e imobiliárias estão mais flexíveis. A atual crise vai impulsionar o mercado imobiliário em 2015, porque o imóvel continua sendo uma garantia sólida e segura de investimento - analisa Rogério Quintanilha, gerente geral da administradora Apsa, que acrescenta: - Muitas pessoas que nos procuram perderam na bolsa, receiam por planos ocorridos no passado e para proteger o investimento voltaram a investir em imóveis.

 

Os preços dos imóveis chegaram a patamares acima do que a população podia pagar nos últimos anos. Com isso, agora, afirma, 2015 começa com uma acomodação normal dos valores de mercado, e os descontos podem chegar a 20% em pagamentos à vista ou 10% a prazo.

 

As construtoras vão botar descontos nos seus estoques, principalmente nestes primeiros meses. Quem quer comprar um imóvel deve ficar atento, pois é um momento em que as empresas estão abertas para propostas de preços e formas de pagamento. 

 

Para o presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), João Paulo Matos, porém, o momento é bom ao consumidor pela abertura para negociação por parte das construtoras - e não pela redução de preços. Segundo ele, apesar de 2014 as vendas terem sido menores que o esperado, ainda assim a valorização dos imóveis em diversas cidades em todo o Brasil foi acima da inflação no período, de acordo com o índice FipeZap.

 

Não haverá queda de preços. Este é um bom momento porque as construtoras estão mais flexíveis e aceitam negociar a entrada e parcelas. Não acredito em desconto. Pode até ser, mas quando falo em negociação, é de condições. Existe uma oferta de produtos bons. Além de tudo, o imóvel é um bem seguro - afirma, garantindo que o impacto do aumento das taxas de juros do financiamento habitacional da Caixa Econômica Federal, que passaram a valer em janeiro, não vai interferir nas compras.

 

Bruno Grinapel, da construtora MDL, endossa a posição de que os preços se mantiveram estáveis no ano passado e que agora o momento de compra se deve às negociações de condições em geral.

 

CONSTRUTORAS OFERECEM PROMOÇÕES

 

Muitas construtoras criaram pacotes de atratividade no início deste ano. Entre eles, dependendo do empreendimento, os clientes podem levar armários planejados, escolher o acabamento, ou receber o imóvel já com sistema de aquecimento instalado. Alguns formadores de opinião defendem que os pacotes agregam valores aos imóveis adquiridos pelos compradores, o que faz a diferença no final das contas:

 

- Acreditamos que vale a pena desconfiar de grandes descontos. Existe um estoque de imóveis no mercado, porém, isso não quer dizer que esses estoques estejam acessíveis, pois muitos compradores dependem, ainda, da aprovação do crédito, e normalmente o crédito para imóveis prontos tendem a ter um custo maior. O estoque hoje também pode ser um reflexo de uma oferta nem sempre atrativa.

 

Entretanto, outros concordam que é preciso ficar atento aos descontos muitos altos, e pondera que, além de preço e facilidades, qualidade e prazo, devem ser considerados:

 

- Há oferta de bons produtos, excelente acabamento, com obras no prazo e de boa localização. Os altos descontos geram uma impressão de desvalorização do empreendimento tanto para os futuros compradores quanto para aqueles que já adquiriram algum produto por um preço maior, sem os descontos. Não queremos gerar essa impressão de que o imóvel do cliente está desvalorizado. Mais vale comprar um imóvel bom no preço certo do que um imóvel ruim na promoção.

 

- Olhe cada imóvel como único. Veja o seu histórico no mercado, quanto tempo está à venda, se o proprietário pode baixar ou não. E tudo depende da oferta na região. Se há outros imóveis similares aí sim, há como barganhar. Além disso, quem tem dinheiro para pagar à vista, também pode conseguir um desconto maior - garante.




Fonte: O Globo

Outras Notícias

Entidades conseguem reduzir proposta de aumento de impostos sobre taxas de cartório

Entidades conseguem reduzir proposta de aumento de impostos sobre taxas de cartório As entidades entraram em um acordo e a proposta de aumen...

Veja As Mudanças Que O Governo Anunciou No Minha Casa Minha Vida

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (6) que famílias com renda de até R$ 9.000 poderão aderir ao programa Minha Casa, ...

Imóveis Amplos

Muito moradores ou uma grande quantidade de pertences ficam bem acomodados em espaços amplos. Contate agora nossa equipe de especialistas em...

Comprar um imóvel na planta. Quais são os benefícios e os malefícios?

Comprar um imóvel na planta. Quais são os benefícios e os malefícios? Em tempos de incertezas quanto à evolu&cce...

Seu vizinho incomoda?

Viver em sociedade está ficando a cada dia mais difícil e, com o aumento desenfreado das cidades, com a construção de edif...

Financiamento será feito pela linha pró-cotista, com juros de 9% ao ano, e beneficia quem tem conta ativa do FGTS e um mínimo de 36 contribuições

Banco do Brasil vai financiar 90% do valor da casa própria Financiamento será feito pela linha pró-cotista, com juros de 9% ao...

O sonho do primeiro imóvel pode ficar mais barato. Uma lei de 1973 garante desconto de 50% nos custos do registro para quem financia o bem pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

Lei garante desconto de 50% para registro de primeiro imóvel O sonho do primeiro imóvel pode ficar mais barato. Uma lei de 1973 garan...

Passo a passo para comprar um imóvel na planta sem ter dor de cabeça

Passo a passo para comprar um imóvel na planta sem ter dor de cabeça A compra de um imóvel na planta envolve uma série ...

Preço médio de imóveis novos no PI sofreu aumento

Segundo levantamento do Conselho Regional de Corretores (CRECI) a alta de preços no Piauí atingiu apenas imóveis novos...

Cresce mercado imobiliário destinado para pessoas da classe C em Teresina

Cresce mercado imobiliário destinado para pessoas da classe C em Teresina Apartamentos compactos tem atraído clientes e o setor com...
icone-whatsapp 1
redesp_facebook.pngredesp_skype.pngredesp_twitter.pngredesp_youtube.pngredesp_linkedin.pngredesp_instagram.png
A Imobiliária


Rua Sen. Cândido Ferraz, 749 - Jóquei - CEP 64049-250 - Teresina - PI
Fones:  (86) 3224-2991  |  (86) 99913-8008 Tim  (WhatsApp)
E-mail: atualimoveispi@gmail.com

#venhaseratual #imoveisemteresina #corretoraemteresina #apartamentoemteresina #corretordeimoveis

Contato

  Rua Senador Cândido Ferraz, 749 - #3 - Jóquei - Teresina - PI

  86 99913-8008 (WhatsApp)

  Seg a Sex das 09:00 às 17:30 | Sáb das 09:00 às 13:00

  Fale Conosco

  Política de Privacidade

www.atualimoveispi.com.br © 2022. Todos os direitos reservados.
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias